© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com

Visto em

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

Velozes e Furiosos

August 8, 2019

 E depois de um longo período de férias pra cuidar da saúde, o Papo Livre Cinema está de volta, e nada melhor do que começar acelerando, portanto, apertem os cintos e vamos de Hobbs e Shaw.

A franquia que começou despretensiosamente em 2001 já vai no nono "episódio", prova de que deu muito certo. Ao longo desses dezoito anos muitas coisas aconteceram, e entre tanto sucesso uma tragédia marcou para sempre a franquia Velozes e Furiosos - a morte do seu protagonista principal Paul Walker.

Velozes e Furiosos - Hobbs e Shaw tem na direção David Leitch e conta mais uma aventura vivida por Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (Jason Statham), quando uma amostra de um vírus mortal é roubado do MI-6 e põe em riso a população mundial. Para impedir isso, Hobbs e Shaw têm quem trabalhar juntos somando forças contra uma criatura com ares de Cyborg, o vilão Brixton, interpretado por Idris Elba.

O elenco ainda conta com a loiríssima Vanessa Kirby como Hattle Shaw e Elza Gonzalez no papel de Madame M..

O longa tem duração de aproximadamente duas horas que passam voando fazendo jus ao título geral do filme.

Opinião:

Não se pode negar que Hobbs e Shaw bebe da fonte de franquias como Missão Impossível e de Exterminador do Futuro e foge muito da pegada dos primeiros episódios de Velozes e Furiosos. Esse rumo do filme tem muitos motivos, um deles é renovar o elenco e abrir novas personalidades remodelando o próprio universo.

O filme pode não ter um roteiro original, tampouco inovador, mas o carisma dos personagens ajuda muito, eu particularmente gosto dos filmes de Jason Statham e Dwayne Johnson.

O prazer da imersão em um filme desse só é possível quando você senta na poltrona e relaxa, o que eu não entendo muitas críticas quando aceitamos Missão Impossível e um time de super heróis como A Liga da Justiça e Os Vingadores, então por quê não aceitamos que Velozes e Furiosos também é uma franquia que acessa essas receitas, uma vez que é algo que vem dando muito certo.

Uma vez que você se deixa levar pelas galhofadas hiperbólicas do longa a diversão é garantida!

Vi que alguns reclamaram dos movimentos e posicionamento de câmeras nas cenas de ação em meio plano, não permitindo que as cenas sejam mais realistas e convincentes. No meu caso, isso não incomodou, uma vez que o que a gente mais espera de um filme como Velozes e Furiosos são belos carrões e cenas de perseguições e fulga alucinantes - e isso tem, e das boas. As cenas são tão boas que a gente esquece do CGI e se pergunta, como foram gravadas essas cenas!

O longa ainda conta com duas cenas pós créditos que não acrescentam muita coisa, mas se não tiver pressa fique aguarde um pouco.

No fim das contas minha nota para o filme, tamanha foi minha diversão é 8,5. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Basic Black
Please reload

Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
Por Trás do Papo Livre
Leitura Recomendada
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now